sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

USF1: We want you!


Na tentativa de engordar o grid para 24 carros em 2010, a FIA já começou a mexer seus pauzinhos. E quando a coisa aperta, nada melhor que pedir ajuda para o já famoso Tio Sam. Depois de décadas sem um grande nome na F1, os Estados Unidos sinalizam sua volta à principal categoria do automobilismo. A idéia é ter uma equipe totalmente estadunidense: dirigentes, pilotos, engenheiros, mecânicos. A sede seria em Charlotte, Virgínia. E o nome da equipe? USF1. Mais nacionalista que isso só churrasco de hamburguer assado no quintal de casa.
A nova equipe não utilizaria a estrutura de nenhuma equipe à venda (para quem ainda tem esperanças de ver a Honda vestida de listras e estrelas ano que vem). O time se desenvolveria com o know-how de alguns nomes que já passaram pela F1 e pela Indy.
Quanto aos candidatos ao cockpit, ainda restam muitas dúvidas. Mas se eles quiserem atrair a atenção do público e patrocinadores, cederão seus lugares a Marco Andretti (neto de campeão, já que nepotismo é o forte da F1) e à Danica Patrick (voltar a ter um nome feminino na principal categoria do automobilismo). Como americano é chegado num sucesso e muita divulgação, na nossa opinião a dupla da Andretti-Green Racing pode se preparar para mudar de categoria em breve...

11 comentários:

GiglioF1 disse...

Meninas!!

Já faz tempo, mas quem é vivo sempre aparece!!!

Interessante mas só vendo pra crer...da forma que as coisas vao na terra do tio Sam, este ano será para esquecer!!

Abraco!!

Ron Groo disse...

A ideia é muito boa. Carro produzido nos EUA, com Piloto dos EUA, patrocinio dos EUA... ué? Esta não era a A1GP?
Mesmo assim, brincadeiras a parte eu gosto. E o marketing é tão bom que vai ter a Danica pilotando (pode ser que seja...)
O ruim nesta história é que ela dificilmente acabará uma corrida. hehehe (machismo? não constatação, já que ela só saber fazer curva pra um lado.

Sobre o Futebol Carioca disse...

Bom dia, o seu blog é muito bom!
esta afim de fazer parceria, trocar de links?
eu fiz uma parte no meu blog.
blogs da velocidade.

abraços
léokope

Marcos Antônio Filho disse...

Tb Pensei em Danica e Andretinho pras vagas se forem verdade.Não pelo cirtério técnico,ma smuito mais por Marketing. Pq se fosse pra procurar um bom piloto americano, Ryan Hunter-Reay seria o mais indicado,mas ele não tem padrinho forte, fazer o que...

F-1 A.L.C. disse...

Go Danica Go!!! seria fantastico ter a baixinha na F1, e a gente ia ter uma diversão a mais com os seus barracos.

agora, filho ou neto de campeão, estou desilusionado

fico preocupado com a falta de patrocinio, imagina uma equipe americana tentando chamar a atenção num pais em crise financieira

Daniel Ramos De Oliveira disse...

Eu sou super fã da Danica Patrick,mas ela é muito ruim em circuitos mistos(vista as corridas disputadas na Indy nesse tipo de pista),ela sem dúvida eria ser uma ótima "peça" de Markenting,mas como disse o Ron ela dificilmente eria conseguir acabar uma corrida(como acontece na Indy),e ela ainda tem muito futuro no Estados Unidos,na minha opinião não valeria apena ela "abondanar" tudo isso.Já o Marco Andretti é bom que ele saia da Andretti Grenn(equipe que eu torço na Indy),porque ele se acha demais e não pensa no que vai fazer,vamos ver se na F1 ele obdeça mais as ordens e principalmente pense melhor.
E nós concerteza iremos voltar a ver GPs nos EUA(Idianapolis,Detroit,Las Vegas ou Miami) e Canadá.

Análise F1 disse...

Olá meninas!

Tem uma surpresa pra vocês no "Análise F1".

http://analisef1.blogspot.com/2009/02/premiado-e-premiando.html

Abs.

OCTETO RACING TEAM disse...

Meninas, uma indicação para vocês!!! hehehehe

http://octetort.blogspot.com/2009/02/outro-selinho.html

bjs, Ludy

Ylan Marcel disse...

Não acredito em uma só palavra que rola na F1 entre novembro e fevereiro.
www.motorizado.wordpress.com

Análise F1 disse...

Mais um selo pra vcs...

http://analisef1.blogspot.com/2009/02/premiado-e-premiando-ii.html

Abs!

Gugo disse...

Tudo indica que a equipe USF1 está 100% confirmada para a próxima temporada. Ter 2 pilotos americanos inexperientes na F1 poderia ser um fiasco! Basta olhar o passado. Mas uma Danica seria incrível, sem falar que ela é uma gracinha...

Sorte nossa!
Beijos,
Guga G.