terça-feira, 17 de março de 2009

Temporada 2009: Mudou tudo!


Mais uma revira-volta nas semanas que antecedem a primeira corrida de 2009. Agora, a novidade introduzida pela FIA pegou a todos de surpresa e promete mudar a história da temporada. Esqueça a pontuação nas corridas, agora o campeão será o piloto que vencer mais provas. Os pontos só servirão como base para desempates e para classificar aqueles que não subirem no ponto mais alto do pódio.
Já não era de hoje a vontade da FIA de mudar o sistema tradicional de distribuição de pontuação nas corridas. Muitas propostas foram estudadas: alteração no valor dos pontos, distribuição de medalhas como nas Olimpíadas, descartes de resultados. Entretanto, a decisão divulgada hoje pegou todo mundo de surpresa. O principal intuito da FIA é fazer com que os pilotos se descabelem na pista (mais do que já fazem) para cruzar a linha de chegada em primeiro. Sabe aquela história de poupar o carro e fazer uma corrida segura chegando em segundo para garantir pontos para o campeonato? ESQUEÇA! Ou vitória ou nada! Com isso os dirigentes pretendem tornar as corridas mais disputadas, com pilotos se esforçando até os últimos metros.
Mas, apostar em uma mudança tão radical antes da temporada começar, pode ser um tiro pela culatra. Com o equilíbrio de forças entre as equipes ainda sendo uma incógnita, se tivermos um time ou piloto dominante logo nas primeiras etapas, o campeão poderá sair na 9ª corrida, ainda em agosto! Ou seja, teríamos ainda 3 meses de F1 pela frente só como exibição, com campeão já definido. Apesar do choque da notícia, muitos já se manifestaram contra a medida. A principal reclamação é a de que este sistema não premia devidamente o piloto que tem bom carro e faz uma temporada regular, acumulando o máximo de pontos. Por outro lado, permite que as equipes poupem menos seus equipamentos e deixem os pilotos correrem mais soltos, fazendo de tudo por uma vitória.
A verdade é que se a nova regra tivesse entrado em vigor logo no início da história da F1, nada menos que 12 campeonatos teriam seus resultados alterados. Para os brasileiros seriam vantagens e desvantagens. Ayrton Senna seria tetracampeão, pois o título de 89 seria seu com duas vitórias a mais que Alain Prost. Ano passado, Interlagos teria vindo abaixo com a vitória de Felipe Massa, que se sagraria campeão com 1 vitória a mais que Lewis Hamilton. Entretanto, Nelson Piquet teria apenas um título, pois perderia os campeonatos de 83 para Prost e de 87 para Mansell.
A visão que temos de todas essas alterações é a de que a FIA parece se preocupar muito mais com o espetáculo de que com corridas de carro em si. Querer fazer a F1 mais competitiva é uma missão louvável, mas transformá-la em um espetáculo combinado onde nem sempre o melhor carro / piloto ganham só pelo prazer de se ter disputas mirabolantes pode afundar a principal categoria do automobilismo.

10 comentários:

Luis disse...

Garotas,

eu estou nadando com a maré (pelo menos dos sites brasileiros) e gostei a principio da mudança.

Entendo perfeitamente que essa mudança tem um preço a pagar que é desvalorizar o piloto/equipe mais regular. Mas acho que como tudo na vida tem seu preço e acredito poder valer a pena.

Acho que a FIA que em primeiro lugar tentar manter ou aumentar o numero de fãs. E isso no automobilismo só se consegue com grandes disputas na pista. Infelizmente a muito tempo a F1 tá muito burocratica... O que dá nos nervos para um espectador é ver aquele piloto na metade da corrida fazer só o feijão com o arroz e garantir a posição. Sem tentar algo a mais.

Reforço que posso estar errado. Mas achei boa a iniciativa.

Abraços,

Loucos por F-1 disse...

É ridiculo está mudança imposta pela FIA, totalmente inadequada. Isso vai desvalorizar aquele piloto regular, como Kubica na temporada passada. Aquelas corridas de recuperação, que um piloto sai lá de trás detonando todo mundo, não teremos mais. É claro que ele vai querer poupar equipamento para a próxima corrida. Fazer o que né, eles mandam e a gente fica aqui de mãos atadas.

Leandro Montianele

Octeto Racing Team disse...

Estou muito indignada!!! Esta temporada tinha tudo para ser demais! Competitiva! Agora...

Passem lá no Octeto, fiz um post que fala da petição online que está rolando contra esta insanidade!!!!Já assinei!!

bjs, Ludy

Marcos Antônio Filho disse...

Muita insanidade,realmente a categorai vai perder muitos fãs.Essa decisão é ridicula e vamos ter que engolir isso.Não dá pra não se revoltar.

Zeca Selvagem disse...

É muito descabida essa idéia, apesar da disputa acirrada pela primeira posição, os outros pilotos que ficam la atras nao teram espaço para brilhar, como o Kubica, que apesar de quase nao ter primeiros lugares em corridas, pela sua regularidade, ficou entre os primeiros no Camp.
meio sem noção isso...
fazer oq...
olha, coloquei um premio no meu blog pra vcs!!!
passa lá

slinkassoficial.blogspot.com

abração

Ron Groo disse...

É mudou... E pra pior.
Parafraseando nosso presidente:
Nunca na história do esporte a motor tivemos bestas tão grandes no comando. Parece até que o PMDB tomou conta da FIA...

E para o Luiz... Ok! Valoriza-se a Vitória e as outras posições não valem nada? Se só os dois carros de um time vencerem provas as outras equipes fazem o que para contentar seus patrocinadores?

GiglioF1 disse...

Meninas,

Nao gostei tb...preferia a proposta original da FOTA...

Nao entendo ainda o que fizeram , ou por que fizeram...mas o fato é que fizerem...

Vamos ver no que vai dar...

Abraco!!

Natie disse...

Sou contra esta mudança, mesmo porque já vimos muita zebra dar vitória a segundo colocado.Tipo, o carro do líder quebra poucas voltas do final da prova e Oi? a vitória cai no colo do segundo colocado.

E como vocês falaram já pensou a chatice que seria ver 3 mese de F1 m campeão já definido? Enfim, gostando ou não agora é esperar pra ver o que será destas temporada.

Felipe Maciel disse...

Felizmente, já trataram de desmudar.

Nos livramos de uma das regras mais absurdas já inventadas.

Max e Bernie deveriam entender que isso não é jogo de vôlei. Cogitar uma situação onde você ganha ou você perde é completamente fora de contexto.

O prejuízo seria enorme para a F-1, mas que bom que a Fota soube intervir. 2009 está a salvo novamente.

Anônimo disse...

não achei seus contatos meninas

inté+

cleiweb@hotmail.com