segunda-feira, 27 de abril de 2009

GP do Bahrein: Button vence novamente


A F-1 chegou ao Bahrein cheia de dúvidas. A Red Bull realmente está com essa corda toda? Estaria a Brawn perdendo o fôlego? O calvário ferrarista finalmente teria fim? Entretanto, o treino que definiu posições para o grid de largada apenas aumentou as dúvidas. Isso porque em uma ótima estratégia de peso para o Q3 as Toyotas voaram e ocuparam a primeira fila com Trulli e Glock, deixando Vettel, Button e Hamilton para trás. Agora a nova pergunta era: Chegou a vez da Toyota mostrar suas garras?
A corrida começou com pista suja, e um calor escaldante de mais de 35ºC. Isso indicaria cuidado redobrado com os pneus. Além do mais, carros mais leves à frente indicavam a diversidade de estratégias de paradas, ou seja, garantia de corrida movimentada.
  • Logo na largada Hamilton pulou para a briga pela ponta com a Toyota de Trulli, ignorando Vettel, que fez uma largada ruim. Glock pulou na frente e enquanto isso, Raikkonen, Massa e Barrichello quase estranharam-se no bolo para garantir algumas posições. Ao fim da primeira volta, Button superou Hamilton o que o colocou vivo na briga pela corrida.
  • A mistura de pista suja, baixa aderência e diferença de desempenhos fez com que as primeiras voltas fossem muito movimentadas, com diversas disputas de posição. A dobradinha da Toyota resistiu até os primeiros pit stops, quando Glock sofreu com pneus mais duros e Trulli perdeu tempo atrás da Renault de Fernando Alonso. Assim, Button aproveitou para compensar na pista e assumir a liderança.
  • Lá atrás quem padecia era Felipe Massa. Espremido por Raikkonen e Barrichello na largada, o piloto da Ferrari perdeu parte da asa dianteira e precisou para nos boxes ainda na primeira volta. Com isso, passou o resto da prova arrastando-se nas últimas posições.
  • A partir daí, Trulli conseguiu recuperar-se e ficar na segunda posição, mas ainda sem ameaçar Button. Vettel, manteve-se na 3ª posição até a bandeirada. Barrichello fechou a corrida em 4º e Hamilton levou a badeirada em 5º. Raikkonen acabou na 6ª posição, levando três pontos para a Ferrari, que mesmo assim, tem seu pior início de campeonato desde 1951. Glock e Alonso completaram os pontuadores.
  • Button cruzou a linha de chegada em primeiro e com folgas, praticamente sem ser ameaçado em momento algum, depois que assumiu a liderança na 15ª volta. Agora,o inglês soma 31 pontos no campeonato, 12 a mais que Barrichello, o vice líder. Piquet e Massa terminaram em 10ª e 14ª posições respectivamente.

Marretadas
  • BMW: ainda não mostrou a que veio em 2009. Amarga, juntamente com a Ferrari, uma temporada vergonhosas até então. Parece que todo o trabalho realizado ano passado, inclusive conquistando vitória, foi pelo ralo.
  • estratégia de Barrichello: todos sabem que Ross Brawn é um grande estrategista. Mas domingo errou com Barrichello. O segundo pit stop retirou o brasileiro da disputa por um lugar ao pódio. Claro, que Rubens também tem sua parcela de culpa. Esse foi o primeiro erro mais sério da equipe em 2009.
  • Turma da corda no pescoço: Piquet, Bourdais, Nakajima e Fisichella ainda andam fazendo muita bobagem. Besteira atrás de besteira... Candidatos a uma vaga na F1 que preparem seus crrículos! Em breve, teremos vagas abertas!
Pontos positivos:
  • Toyota: mesmo perdendo a prova para a Braen, a equipe japonesa começa a mostrar força e confiabilidade que ainda não tinham demosntrado desde a sua entrada na F1. Agora, é necessário manter os olhos atentos na estratégia para, quem sabe, estrear na posição mais alta do podio.
  • Trulli x Alonso: Boa disputa em pista, com Alonso ultrapassando Trulli por fora, mas o italiano vendeu a 6ª posição caro. Momentos que fazem o pessoal do grupo de incentivo às ultrapassagens vibrar e particularmente, nós também!
  • Piquet x Barrichello: apesar da corda no pescoço, Piquet Jr mostrou valor ao segurar o canhão da Brawn de Barrichello, que reclamava como louco, querendo que Piquet abrisse passagem, apesar de estarem disoputando posição. Para Barrichello, faltou humildade e a frase : "Quem tem braço, ultrapassa".
Troféu Roda Baiana: Robert Kubica
A situação do polonês está de dar dó. Ele, que só havia frequentado o roda baiana da falta de beleza, começa a virar habitué desse tópico. No Bahrein, a coisa estava tão feia que chegou até a tomar um chega pra lá de Nakajima... e convenhamos, tomar um chega pra lá do Naka não é nada positivo. Este blog continua torcendo para que Robert ocupe novamente ou o tópico anterior ou o próximo...

Prêmio F1-V8: Jenson Button
Venceu 3 de quatro corridas e já merecia estar aqui. Não que Jenson tenha feito uma exibição gloriosa, mas tem feito corridas totalmente inteligentes e sabe tirar o máximo do carro que tem nas mãos, sem precipitações, sem cometer erros tolos. Se continuar nessa balada nas próximas corridas, corre o "risco" de ser campeão antes do meio da temporada.

Perguntas instigantes: Button já pode ser considerado o grande favorito para o campeonato de 2009??

3 comentários:

Rádio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Felipe Maciel disse...

Prefiro esperar o desenrolar do campeonato, ainda não engoli essa história de ver o Button campeão. A Brawn não é tão inacansável como se imaginava no começo da temporada, vamos esperar os novos pacotes das equipes nas próximas provas antes de arriscar um palpite pro título...

Ron Groo disse...

Button levando troféus e sendo louvado como grande piloto... Quem diria isto ano passado não?

Robert Kubica deve estar muito, mas muito p**o da vida.
Ano passado lhe tiraram as chances reais que tinha de disputar o campeonato alegando que iriam desenvolver o carro deste ano.
E quando chega este ano o carro é ainda pior. Assim o narigudo surta
Beijos.