domingo, 7 de setembro de 2008

GP da Bélgica - Corrida não termina na bandeirada...


Quando amanheceu no circuito de Spa-Francorchamps, a única certeza que se tinha era a de que a chuva iria cair em algum momento do dia. E ela veio na forma de uma garoa leve, que fez com que a pista ficasse úmida mas não totalmente molhada para o início do GP da Bélgica. Ingrediente que por si só já poderia garantir um espetáculo dominical na pista belga. Muitas dúvidas pairavam no ar: Hamilton partiria da pole para uma vitória facil? Massa arriscaria tudo na largada? Kovalainen daria uma de fiel escudeiro para cima das Ferrari? Raikkonen conseguiria manter sua boa fama em Spa? Com a largada, algumas dessas dúvidas foram sanadas, outras só foram esclarecidas longe dos olhos dos torcedores e da imprensa.


  • A corrida começou com uma largada espetacular de Kimi Raikkonen. O finlandês aproveitou a saída para tracionar o que podia e roubar a posição de Kovalainen. Em seguida, botou o carro na área de escape da La Source, sempre acelerando muito. Resultado: chegou na Eau Rouge na ponta, deixando Massa e Hamilton a ver navios;

  • Também largaram muito bem Fernando Alonso, que faturou 2 posições e Sebastien Bourdais, que pulou para a 5ª colocação. Como não poderia faltar, o tradicional espalha-espalha de carros na La Source aconteceu novamente, desta vez causado por Bourdais e Kovalainen.

  • A partir daí viu-se a corrida de recuperação de Kovalainen, que saiu ultrapassando a todos, mas parou na forçada de barra em cima de Mark Webber, que resultou em um drive through para o piloto da McLaren. As posições mantiveram-se basicamente as mesmas após a primeira série de pit-stops. Raikkonen liderava de forma confortável, mas sem abrir em relação a Hamilton.

  • Barrichello e Piquet abandonaram a corrida. O primeiro por problemas no câmbio e o segundo bateu após escorregar nas linhas brancas da pista. Enquanto isso, os pilotos da Toro Rosso continuam destacando-se, com Bourdais aparecendo na 5ª colocação.

  • A corrida parecia liquidada e nas mão de Raikkonen quando a chuva começou a cair no miolo do circuito, faltando 3 voltas para o final. O finlandês da Ferrari viu sua corrida tranquila ganhar um desfecho dramático com a aproximação de Lewis Hamilton. O inglês aproveitou seu melhor rendimento na pista molhada e partiu para cima de Raikkonen, que revidou, obrigando Hamilton a passar reto na Bus Stop. O inglês devolveu mais ou menos a posição e retomou a ponta. Nisso a chuva apertou e o que se viu foi um festival de lambanças e rodadas, a pior delas a de Raikkonen que viu sua vitória ir pelo ralo quando chocou-se no muro na penúltima volta.

  • Melhor para Hamilton, que faturou a corrida. Massa, pilotando com o carro quase parado levou sua Ferrari à segunda posição. Heidfeld, que ainda teve tempo de colocar pneus de chuva e voltar ultrapassando todo mundo chegou em 3º.

  • Entretanto, o resultado final da corrida não saiu até as 18 horas locais, quando os comissários decidiram punir Lewis Hamilton em 25 segundos por não ter devolvido a posição de forma efetiva para Raikkonen na penúltima volta. Assim, a vitória caiu no colo de Felipe Massa, Heidfeld herdou a segunda posição e Hamilton teve que se contentar com a 3ª colocação. Alonso, Vettel, Kubica, Bourdais e Glock também pontuaram.

  • Agora apenas 2 pontos separam Massa e Hamilton na disputa pelo título. Raikkonen, em queda livre no campeonato, agora vê Kubica ocpar o terceiro posto na tabela de pilotos.

Marretadas

  • Kovalainen: Tem aparecido bem nos treinos, consegue bons tempos na classificação e larga com frequência nas primeiras filas. Mas ainda sofre um apagão na hora da largada. Quando a gente menos espera, lá está Heikki, remando lutando e lutando muitas posições atrás em relação à que largou. Se tivesse ao menos mantido suas posições de largada, estaria figurando entre os primeiros no campeonato. Mas com essas trapalhadas, passa a corrida inteira trabalhando para ficar longe do pódio;

  • BMW: Não fosse a estratégia e a sorte de colocar pneus de chuva em Heidfeld na penúltima volta, teria passado a brancas nuvens hoje. Spa viu um a BMW sem brilho e que apareceu muito pouco nos 3 dias do GP da Bélgica. Já perdeu o fôlego que mostrou no início da temporada.

  • Williams: tem tido apresentações pífias nesta temporada. É triste ver a Williams de hoje e lembrar dos carros imbatíveis e das novidades incríveis que a equipe inglesa proporcionava anos atrás. Todos esperamos que este não seja um prenúncio do início do fim do time de Woking.

Pontos Positivos:

  • Alonso: resolveu dar o troco após o fim de semana melancólico em Valência. Apareceu bem nos treinos e durante a corrida. Quase alcançou o pódio, que se tivesse chegado, teria sido muito justo. Seria bom ver Fernando Alonso frequentar as primeiras posições novamente e infernizar o Olimpo de Ferrari e McLaren.

  • Toro Rosso: Teve um fim de semana de sonho. Desde o sábado seus carros apareceram bem e entre os primeiros. Bourdais largou muito bem e ficou a corrida quase toda no pelotão da frente. Parecia fazer uma corrida de exibição para segurar seu emprego. Vettel também tirou o máximo de seu carro e mostrou que a Red Bull fez bom negócio em comprá-lo. Dessa forma a Toro Rosso vai feliz para a Itália com um 5º lugar de Vettel e um 7º de Bourdais.

  • Kimi Raikkonen antes da chuva: Mais uma vez mostrava que Spa é território dele. Saiu em uma desacretitada 4ª posição e simplesmente engoliu todo mundo na La Source. Para ele tudo virou pista: grama, área de escape, zebra. Manteve uma liderança tranquila, até a chuva chegar e derreter sua vitória vrtual. Foi uma pena, pela bela largada.

Troféu cata-tatu: Kimi Raikkonen e Lewis Hamilton


Eles vinham de grandes apresentações. Raikkonen fez uma largada maravilhosa como há muito tempo não se via. Hamilton conseguiu uma pole position incrível no sábado e vinha em corrida tranquila, garantindo pontos importantes no campeonato. Até que veio ela, a chuva. E com ela levou o juízo dos dois pilotos. Raikkonen, o Iceman, mostrou que água derrete seu gelo rapidinho. Com isso, permitiu a aproximação de Hamilton. O inglês, por sua vez, novamente deu "pala" na hora do aperto: ao tentar ultrapassar Raikkonen, passou reto a Bus Stop e devolveu a posição ao finlandês na má vontade, pegando o váculo do piloto da Ferrari para ultrapassá-lo de novo. A partir daí, perdemos a conta do tanto de vezes que os dois rodaram e saíram da pista, catando tatus por todos os lados, até que Raikkonen bateu no muro e novamente terminou sem pontos. Sinceramente, esperavamos que eles domassem melhor seus carros a 2 voltas do final, mesmo com a pista molhada.


Troféu F1-V8: Spa-Francorchamps


Somos apaixonadas por esta pista... mesmo que alguém fizesse uma apresentaçao memorável hoje, não tiraria o troféu das mãos de Spa. As curvas de alta, a topografia acidentada, curvas em subida, na descida, o tempo instável. São coisas que apenas Spa tem. E olhem que as reformas na Bus Stop tiraram parte de seu charme inicial, quando ela era feita com o motor quase cortando... A traiçoeira Fagnes e a velocíssima Stavelot testam a capacidade de qualquer piloto. Mas a melhor imagem de Spa é a da subida da Eau Rouge, que parece que o piloto está levantando vôo, pilotando um avião, não um carro. É muito bonito ver os carros totalmente colados na pista, passeando por aquelas curvas a 300 km/h. Que Herman Tilke, o mestre dos circuitos sem graça, nunca bata seus olhos sobre Spa e macule este tesouro do automobilismo que descansa nas florestas da Ardènne...


Perguntas instigantes:: A punição a Hamilton foi justa?

10 comentários:

Fabricio disse...

http://br.youtube.com/watch?v=70rXr2Mkq_M

pelo que vi desse vídeo, em momento algum eu vi o Hamilton desacelerar, dá pra ouvir pelo giro do motor que continua uniforme. Sinto muito para os fãs do Hamilton, aliás se fosse o contrário o Massa que tivesse feito essa ultrapassagem, todos que estão apoiando o Hamilton, estariam atacando o Massa. Abraço.

blogguardrail disse...

Pra mim foi justa sim. Agora, seria MUITO mais justa se o Raikkonen tivesse levado os 10 pontos.nao dá pra negar que o Massa ontem, deu uma de Kovalainen,né?!

bjs

Marcos Antônio Filho disse...

A punição foi justa,Hamilton foi bem malandro nessas,o benefiado tinha que ser o Raikkonen,mas ele bateu ,sobrou pro Massa...

E sobre a Williams,ela est´amal mas não morre não Tio Frank é persistente,e já deve estar preparando o carro de 2009...

Wallacy disse...

Oi,vi você no Blog da Pricila.
Também sou de brasília. XD

Ah... E sobre a pergunta! Justo é pouco! Pra mim além dos 25 segundos o Hamilton tinha que tomar um "pedala-Robinho"!

Grid GP disse...

Excelente post! São as mulheres que mais entendem de corridas que eu já vi.

Estou "armando" um debate sobre a punição lá no Grid GP. Se quiserem passar por lá, será um prazer!

Abraços às duas! A página está muito boa, bem analítica.

Fábio

Ron Groo disse...

Perfeito, desde o titulo até a pergunta final...
E respondendo: Foi justissima, e não pelo Massa, mas pelo espetaculo até...

GiglioF1 disse...

Meninas,

Boa análise!!
Voces esqueceram do premio : Tapetao!!!
Abraco!!
ps. Vou continuar melhorarando meu Blog para poder fazer parte do seleto grupo de recomendados de voces!!!

F-1 A.L.C. disse...

meninas.. qual a opinião de vcs sobre a saida de Jarno Trulli? achei espectacular

Felipe Maciel disse...

Foi justa sim.
A câmera on board que o Fabrício postou é a prova. Ao cortar a curva, Lewis tem condições de tracionar melhor que Raikkonen, e cede a posição ao inglês administrando com o acelerador, que não tem aceleração plena, porém faz uma aceleração progressiva para não perder contato com o finlandês. Assim, ele chega junto na curva 1 e jogo por dentro. Se tivesse contornado a Bus Stop da maneira correta, provavelmente não conseguiria andar tão perto para concluir a ultrapassagem na La Source. Ele se beneficiou sim...

Blog F1-V8 disse...

Olá pessoal! Obrigada pelos comentários!!

Fabrício: seu vídeo não deixa dúvida... O Hamilton não tirou o pé!
Guard Rail: pois é Priscilla, chegou a vez do Massa ter seu dia de Kovalainen! A disputa Raikkonen e Hamilton foi bonita, mas foi uma pena o finlandês ter batido no final...
Marcos Antônio: acho que todos esperam que a Williams volte aos seus dias de glória... faz muita falta para F1 uma Williams forte e competitiva!
Wallacy: Olá Wallacy! Que bom que vc é nosso conterrâneo! Olha, a punição do pedala bem que poderia ser aplicável! VAmos mandar um e-mail para a FIA?
Fábio (Grid GP): Ótima idéia do debate, afinal, quando esses fatos polêmicos acontecem, é prato cheio para discussões e os blogs pegam fogo!! Acho que gostamos mesmo é de ver o circo pegar fogo, e com o palhaço dentro, de preferência!
Groo: Obrigada Groo! Bom, foram 3 voltas que valeram por uma corrida inteira!! Bendita chuvinha!!!
Giglio: Pois é, é chato ver a corrida ser decidida no Tapetão... mas esta foi uma decisão necessária! Pelo menos, colocou mais pimenta no campeonato! Ah, desculpe nosso deslize! Vc está adicionadíssimo!
F1 alc: Marcelo, essa rodada do Trulli foi fenomenal! O Roda Bahiana vai pra ele com certeza!!!
Felipe: Falou tudo! Nem precisa adicionar nada!