domingo, 7 de setembro de 2008

Tudo sobre - GP da Bélgica


O circuito

Nome: Circuit de Spa-Francorchamps
Extensão: 7,004 km
Número de voltas: 44
Pole em 2007: Kimi Raikkonen (1:45.994)
Recorde de volta: 1:45.108 - K Raikkonen (2004)



A F1 finalmente chega à sua pista favorita: Spa-Francorchamps. O circuito situado entre as duas cidades que lhe dão nome, tem a curva mais famosa do automobilismo moderno - a mítica Eau Rouge. Mas a pista guarda outras particularidades. Curvas de alta velocidade, mergulhos, subidas, pontos de ultrapassagem e a ameaça constante de chuva são ingredientes mais que suficientes para garantir excelentes corridas. Não é à toa que Spa-Francorchamps tem o título de pista favorita dos pilotos da F1.

Tecnicamente, Spa é considerada a pista mais completa do calendário. Combina curvas a 320 km/h com chincanes contornadas a baixa velocidade como a Nova Bus Stop. Com essas características mistas, o pessoal de aerodinâmica tem trabalho extra. Para as curvas de alta, um acerto com máximo de downforce seria o ideal. Mas tem-se que levar em consideração os trechos de reta, que não são poucos. Por isso, as equipes optam por um acerto intermediário, onde se pode gerar o máximo de downforce com o mínimo de arrasto. Apesar das curvas de alta, não existem pontos de frenagem que sejam muito críticos. Entretanto, os pneus não têm vida fácil na pista belga. Por isso, a Bridgestone disponibilizará às equipes seus compostos mais rígidos. Quem não terá vida fácil na Bélgica serão os motores. A maior parte dos pilotos entra em ciclo de motor novo para Spa e Monza, duas das pistas mais velozes. Durante uma volta no circuito belga, o piloto chega a passar 72% da volta com o pé embaixo. O trecho em aceleração plena mais longo é o que vai da La Source até a Les Combes, totalizando 23 segundos só acelerando.

Spa-Francorchamps tem diversos pontos da pista que merecem destaque. A começar pela La Source, primeira curva do circuito, que pode complicar a vida de todos durante a largada. Foi nela que em 1998, mais da metade do grid envolveu-se em uma mega batida logo na largada. Os pilotos também têm que icar atentos à Malmedy, que é uma curva traiçoeira, em descida e com frenagem importante. Toda atenção é pouca no contorno da Stavelot, curva tomada à direita a mais de 245 km/h. Entretanto, a grande estrela é a Eau Rouge, que inicia em um mergulho seguido de uma subida que dá a sensação de que os carros vão levantar vôo, culminando com uma saída cega em um plano bem mais alto que o do seu início. Hoje em dia, na era V-8, é feita com pé embaixo mas não deixa de arrepiar pilotos e fãs volta após volta.

Este circuito tem um nome: Kimi Raikkonen. O piloto finlandês venceu simplesmente todas as últimas 3 corridas realizadas ali. Será que ele conseguirá manter a tradição amanhã?

3 comentários:

Vitor disse...

Olá meninas, tudo bem? Espero que sim! Antes que vocês me perguntem, cheguei aqui por (boas) recomendações de outros blogs que freqüento, como o Octeto Racing Team e o Blog F1 Grand Prix.

Como participante da blogosfera, já tinha ouvido falar do F1-V8, mas confesso que o que vi aqui me surpreendeu mais ainda!

Parabéns pelo trabalho de vocês, é difícil encontrar informação de qualidade e, especialmente, escrita por gente que entende do assunto na Internet!

Bom, por fim quero convidá-las a dar uma olhadinha no meu blog, o Motor Haus! Se quiserem comentar por lá, fiquem à vontade!

Ron Groo disse...

Estava sentindo muita falta de vocês.
Este post sobre o circuito é perfeito, e o que aconteceu hoje na corrida foi sensacional. Tudo nos conformes. até a punição já que o regulamento preve isto.
Porém...
Os vencedores morais foram Kimi e Lewis... Os de fato já são outros 500.
Sejam re-bemvindas.

Blog F1-V8 disse...

Obrigada Vítor pela sua visita inicial!! Considere o Motor Haus como blog-amigo e suas visitas serão sempre bem-vindas aqui no F1-V8!!

Grooo!!!!!!! Que saudades de vc!!! Obrigada pela saudação e realmente, Raikkonen e Hamilton fizeram grandes corridas hj... Pena que a chuva chegou muito tarde. Deveria ter pintado umas 12 voltas nates, para vermos os dois duelando e não apenas escorregando!!!