domingo, 12 de outubro de 2008

GP do Japão: Alonso brilha outra vez


A Fórmula 1 chegou ao Japão na expectativa de definição no Mundial de pilotos. Após o apagão sofrido pela Ferrari no GP de Cingapura, Lewis Hamilton teria agora a chance de ampliar a vantagem sobre o Felipe Massa. E começou muito bem, garantindo a pole possition e vendo o brasileiro largar apenas na 3ª fila. Entretanto, esta foi a vez de Hamilton padecer no limbo das trapalhadas 2008...
  • A previsão de chuva forte não se concretizou. Apesar do tempo frio e encoberto, os pilotos não precisaram enfrentar o dilúvio de 2007, quando mal conseguíamos enxergar as imagens transmitidas pela TV;
  • A largada foi um tanto quanto atribulada para os ponteiros. Hamilton foi ultrapassado por Raikkonen, com quem dividia a primeira fila. O finlandês, que não tinha nada a perder, foi agressivo, acelerou tudo o que pode e conseguiu assumir a liderança, mas antes mesmo da primeira curva, foi travado por Hamilton e acabou caindo muitas posições;
  • O inglês , no entanto, não conseguiu manter-se na pista e acabou perdendo posições assim como Massa. Kubica e Alonso mantiveram a aceleração e assumiram a liderança da prova, seguidos de Kovalainen que na volta 16 teve problemas de motor e abandonou;
  • Um duelo direto entre os líderes do campeonato aconteceu logo na 2ª volta. Hamilton e Massa se encontraram na pista, disputando a 7ª colocação. O resultado não foi bom para nenhum dos dois: na manobra de ultrapassagem, Massa colocou metade do carro fora da pista e acabou tocando Hamilton que rodou e voltou na última colocação;
  • Logo em seguida, os comissários da FIA começaram a trabalhar. Drive through para Hamilton por ter cortado Raikkonen na largada e para Massa, por ter espremido Hamilton a curva 11 da segunda volta. Assim, os ponteiros do campeonato saíam definitivamente da zona de pontuação;
  • Com tantas movimentações e estratégias diferenciadas de pit-stops, vários pilotos se revezaram na liderança. Com a parada de reabastecimento de Robert Kubica e Alonso, Trulli, Piquet e até Bourdais chegaram a liderar o GP do Japão. No pelotão de "pelada de F1", Massa e Hamilton tentavam tirar o prejuízo sofrendo para ultrapassar Button, Barrichello, Fisichella & Cia;
  • Após o reestabelecimento das posições, eis que aparece Fernando Alonso na ponta. O espanhol conseguiu tirar a diferença para o líder Kubica durante sua parada e liderou a prova de forma soberana. Massa, em sua perseguição à zona de pontuação, acabou envolvendo-se em um incidente com Bourdais e quase acabou com sua corrida. Enquanto isso, Nelson Piquet tirava proveito de sua estratégia diferenciada e figurava entre os 5 primeiros;
  • Alonso levou a bandeirada em primeiro, confirmando sua boa fase. Robert Kubica cruzou a linha de chegada em 2º seguido por Kimi Raikkonen. Nelson Piquet viu sua boa atuação render-lhe a 4ª colocação. Após punição de Bourdais pelo incidente com Massa, a zona de pontuação foi completada por Trulli, Vettel, Massa e Webber. Hamilton chegou apenas na 12ª colocação.
  • Agora a siituação do campeonato está ainda mais apertada. Hamilton e Massa estão separados por 5 pontos. Kubica ainda tem chances remotas e está a 12 pontos do líder. Ao que tudo indica, o sonho de Massa de trazer a decisão para o Brasil ainda está de pé.

Marretadas

  • Hamilton x Massa: a decisão do campeonato pesou para os dois. Cometeram erros infantis por pura afobação. Tiveram oportunidades incríveis de jogar o campeonato fora por bobagens e estão sendo ofuscados nessas últimas corridas pela estrela de Fernando Alonso. Sorte a deles que nem o espanhol, nem Raikkonen estão com pontos suficientes para ameaçá-los. Se continuarem assim, ainda podem ser surpreendidos por Kubica.

  • Honda: aparece cada vez mais capenga e ainda se acha no direito de fazer charme para anunciar seu pilotos em 2009. A equipe japonesa tem nome, gente e dinheiro para fazer um carro, no mínimo, decente. Mas não o faz. E ainda quer fazer doce na hora de escolher entre Barrichello e Senna. Ninguém merece.

  • McLaren: não foi o dia deles em Fuji. Após a boa apresentação nos treinos de sexta e sábado, o caldo desandou no domingo. Hamilton atrapalhou-se e foi punido. Já Kovalainen sofreu o primeiro problema mecânico nda equipe na temporada e ficou a pé. A Ferrari aproveitou a deixa e reassumiu a liderança do Mundial de construtoores.

Pontos positivos:

  • Renault: parece acordar de um pesadelo. Após um início de temporada desastroso, com um carro visivelmente fraco, a equipe francesa começa a reagir e mostrar uma certa evolução em corridas. Venceu sua segunda prova consecutiva e hoje ainda viu Nelson Piquet terminar bem a corrida graças à uma estratégia sob medida para as suas condições. Apesar do bom resultado, o brasileiro continua com a corda no pescoço e tendo pesadelos diários com Lucas di Grassi e Romain Grosjean que são cotados para substituí-lo.

  • Kimi Raikkonen: após 4 corridas de infortúnios, Raikonen finalmente fez boa apresentação. Largou na frente e fez ótima saída antes de ser cortado por Hamilton. Andou forte a corrida inteira e descolou um pódio. Mas ainda parece apático em certos momentos, como por exemplo, quando duelou com Kubica pela 2ª posição.

  • Robert Kubica: mais uma vez foi constante e pilotou de forma consciente. Se a BMW demonstrasse que acredita firmemente nas possibilidades do polonês no campeonato, ele poderia dar mais trabalho a Hamilton e Massa na disputa pela liderança. Mas o que se vê é uma BMW apática e que luta "maios ou menos" pelo campeonato. Talvez seja pelo fato de que se Kubica sagrar-se campeão, terão que aumentar o salário do moço, que em termos de F1 é uma miséria.

Troféu cata-tatu: David Coulthard

Mais uma vez, David envolveu-se em uma confusão durante a corrida. Desta vez enroscou-se com Nakajima logo na largada. Resultado? Rodada, carros fora da pista, asa dianteira voando e pancada no muro. Pouco importa de quem foi a culpa. O mais importante é que novamente o escocês se envolveu em um acidente, já foram inúmeros nesta temporada. Os comissários nem punem Coulthard mais, ele é uma espécie de "café-com leite". Sinceramente, achamos que David merecia um fim de carreira menos melancólico.

Prêmio F1-v8: Fernando Alonso

Pela segunda vez consecutiva Fernando Alonso subiu ao alto do pódio. E dessa vez a vitória não foi conquistada por infortúnio alheio. O espanhol largou em boa posição e manteve-se sempre entre os primeiros. Graças à uma boa estratégia de paradas nos boxes, conseguiu roubar a posição de Kubica. Mais uma vez Alonso teve uma apresentação impecável, andando livre e solto na liderança, ofuscando Hamilton e Massa no final do campeonato. Neste momento, os pilotos da Ferrari e McLaren devem estar agradecendo o fato de Fernando não ter um carro competitivo em suas mãos, caso contrário, a história do campeonato estaria um pouco diferente.

Perguntas instigantes:

"Os resultados de Alonso são condizentes com a evolução do carro da Renault?"

"As punições a Hamilton e Massa foram justas?"

12 comentários:

Fabricio disse...

Caramba, essa corrida começou a mil por hora, teve um meio morno, e o fim novamente a mil. Massa quer pq quer o título e Hamilton parece que quer perder, alguém com a pontuação que ele tem podia pensar no campeonato, as vezes ser campeão é possível tendo segundos lugares. Ele viu agora a diferença cair pra 5 pontos, ou seja tudo pode acontecer, até mesmo uma batida do Haikonen nele. Ontem se fosse em outros tempos a Ferrari chamava o Kimi pro boxe pra tomar um suco, só pra poder dar um ponto a mais para o Massa. Posso fazer uma sugestão? Que tal mudar o nome de premio Cata tatu, para prêmio David Coultard, pois ele realmente, já esta fazendo jus ao título de our concours. Falam muito do Rubinho mas o David, sempre andou em carros de ponta e nunca conseguiu nada. Esse Nelsinho é largo demais, quando todo mundo já estava puxando a corda da guilotina ele consegue um resultado além do esperado. Quanto a guerra do título, vamos ver o que vai acontecer nas duas provas que faltam, eu pessoalmente acho o Felipe muito mais maduro que Hamilton e coloco minhas fichas no Brazuca. Abraço.

Gil disse...

Meninas, adorei o blog de vocês. Visitarei mais vezes. Sobre a corrida, achei dsnecessárias as punições e não entendi o porquê do Massa e do Hamilton terem recebido a mesma punição por situações diferentes. E se o brasileiro e o inglês continuarem errando, o Kubica agradecerá bastante. Será que o negócio é estar em terceiro a menos de três temporadas para o fim?

Ron Groo disse...

Não pude deixar de notar o 'apagão' da Ferrari em Cingapura.
Logo na pista mais iluminada do calendário hahahah.

E meninas, ao contrário do que possa dar a entender meu texto, não estou desmerecendo a vitória do Alonso. Assim que sairem as ava(ca)liações isto vai ficar claro. Mas...
Eu não gosto mesmo dele e uma vitória sua não me empolga de forma nenhuma.
Cá entre nós...
Hamilton está se mostrando um afobado de primeira grandeza não?

blogguardrail disse...

Meninas,

A(s) vitória(s) do Alonso nao tem nem o que contestar. Os outros bobiaram e dançaram.O que ele vai fazer, ter peninha?!

As puniçoes na minha opiniao foram justíssimas. A do Massa,nem preciso comentar e o Hamilton, só nao bateu em ninguém pq o Raikkonen desviou,senao...

O impressionante desse campeonato é que se bobiar o campeao sequer chega a 100 pontos, e se chegar, só o Hamilton ainda pode...

Bjs

Marcos Antônio Filho disse...

é meninas mais uma boa vitória do Alonso,ninguém em sã consiencia apostaria nisso,mas aconteceu muito mais por méritos de Alonso do que do carro.As punições de Massa e Hamilton,devido ao rigor do comissários nesse ano foram justas.Só espero que não aconteça outro arranca rabo desse e o campeonato tenha que ser decidido no tapetão...

GiglioF1 disse...

Meninas!!!!

Boa cobertura!!!...concordo no geral...
Mas Massa correu bem...acho que lambanca do ano esta com Lewis, que na realidade depois de atacar Massa e uma galinha morta, no fez mais nada...
Tremeu no Japao!!!
Na China com pista seca e mais quente, e pneus duros a Ferrari vai voar!!

Abraco!

Paulo Maeda™ disse...

mais um bom blog de F1 mantido pelas "minas". Parabéns, aki está tudo bem legal.

Sempre q puder passarei por aqui.

Marcelonso disse...

Meninas,

Foi uma vitória incontestável do espanhol,sentou a bota e levou no estilo inaugurado por Schumacher,só faz assim quem tem competencia.

Quanto as punições,particularmente não concordo com nenhuma,todas foram situações de corrida,mas a regra...


abraços

Loucos por F-1 disse...

Achei as punições um verdadeiro exagero. Se fosse nos anos 80 ou 90 isso não aconteceria. Estas influências externas no resultado final das corridas são ridículas. Estraga o espetáculo da F1.

Leandro Montianele

F1 NA GERAL disse...

Nossa.. Coulthard no cata tatu denovo? Acho que aqui no blog ele é campeão cata tatu 2008 disparado hehehehe. Quanto as punições...sei lá cada um tem a sua, mas não concordei com a do Hamilton na largada e concordo com a do Massa.

Flávio Faria disse...

Olá Colegas,

Gostei muito do seu blog e gostaria de convidá-las a aparecer no meu espaço www.f1-09.blogspot.com

Abraços!!!

Blog F1-V8 disse...

Obrigada pelos comentários! Aos amigos "de sempre" valeu pela visita, aos "calouros" sejam bem-vindos!!

Bom, vejo que todos têm opiniões distintas, principalmente sobre as punições da corrida. Justas ou não, vemos um "esforço" da FIA em fazer essa campeonato chegar o mais apertado possível na última corrida (transmitida em horário nobre do domingo na Europa e consequentemente, a de maior audiência na temporada...) por isso, punição pra lá, outra pra cá! Justo, não é, mas vamos combinar, todos sabemos que entre a justiça e o lucro, a dupla Ecclestone e Mosley sempre preferiu o último... Querem apostar quanto pra ver que mais punições podem pintar até o Brasil???

Até a China!!