domingo, 28 de fevereiro de 2010

Coisas mais perigosas que F1

Quando os pais percebem que seu (sua) filho (a) começa a interessar-se com mais atenção às corridas na TV ou a pedir de forma totalmente insistente um kart, carrinho, moto ou mesmo uma miniatura de carro de corrida, a resposta mais frequente é um NÃO, acompanhado por um frio na espinha e pela imagem mental de acidentes terríveis e fatais que vez por outra acontecem (mais frequentemente nos anos 70 e 80). Às vezes é melhor imaginar a criança querendo assaltar um banco ou participando do Big Brother com direito a coreografia do Rebolation do que vê-la dentro de um carro de corrida a mais de 200 km/h.

Para os papais e mamães desesperadinhos de plantão, nós dedicamos este post. Calma, calma, nem tudo está perdido se seu pimpolho está querendo virar piloto(a). Com o fim das Olimpíadas de Inverno em Vancouver, pudemos desfrutas nos últimos 15 dias de esportes muito emocionantes, mas muito muito muitíssimo mais perigosos que automobilismo... Acompanhe a seleção:

1) Luge
Definitivamente o pior de todos. No Ludge o atleta sobe em um trenó minúsculo e desce num circuito de gelo a mais de 145 km/h. Tá certo que na F1 a velocidade média é maior que essa. Mas o problema do Ludge é que aqui, o chassi é VOCÊ!



2)Skeleton
Parece o Ludge, mas dessa vez com a barriga para baixo. O risco é um pouco menor, pois a posição faz com que o trenó esteja maisl, digamos, "pilotável". Mesmo assim dá muito medo. Pior que fazer a Eau Rouge com pé embaixo, não?


3)Luge dupla
No caso o perigo aqui é o do Ludge simples somado ao típico da categoria. Tá vendo ali, aquele cara que está ali embaixo??? Embaixo desse grandão?? Sim, além de descer no gelo a quase 200km/h, ainda vem o grandão DEITADO, oi - DEITADO - em cima de você. E se ele comeu uma feijoada antes de descer? E se ele esmagar o que não devia? Sei não...


4)Bobsled
Você monta no carrinho e desce na mesma pista de gelo. O Bobsled tem duas categorias, duplas e grupos de 4. A velocidade de descida é altíssima. Tá certo que nesse caso o chassi não é você. Mas o chassi do trenó torce. Isso mesmo. Ele é articulado ne frente e torce. Onde já se viu chassi torcer? Na F1 isso não acontece!

4 comentários:

anna paula disse...

Concordo fe, tudo é uma questão de perspectiva!!! Antes seu filhinho pedir um kart, ser atendido e ficar pilotando e se divertindo, que resolver mudar pro Luge, skeleton ou fazer parte da equipe Bananas Congeladas no Bobsled...

Ron Groo disse...

Perigoso nada...
Perigoso mesmo é andar em Sampa em dia de chuva forte.
Mais ainda andar no Rio em dia de tiroteio.
Ou em Porto Alegre em dia de parada gay...

Agora sério.
O tal skeleton é coisa de maluco.

Blog F1-V8 disse...

Concordo com o Groo... E acrescento...

Andar em Brasília em dia de eleição também é muito perigoso!

Anninha, se prepara... seu filho vai querer ser piloto.... de LUGE!!

Ylan Marcel disse...

Amigo, gostaria de saber se vc estaria interessado em trocar links com o meu blog, o Motorizado. Recentemente criei uma segunda barra lateral por lá, para atrair banners de parceiros e publicidades. Se quiser, podemos trocar banners tb. Um grande abraço! Keep the good job!!