sexta-feira, 23 de maio de 2008

Senna, 15 anos depois


A última vez que Ayrton Senna venceu nas ruas de Mônaco foi em 23 de maio 1993. E hoje, 15 anos depois, os fãs de automobilismo puderam presenciar novamente o nome SENNA no lugar mais alto do pódio. Bruno Senna, conquistou hoje a sua segunda vitória na GP2, pelas mesmas ruas em que seu tio triunfara 6 vezes na F1.

O piloto brasileiro da iSport largou na primeira fila, ao lado do pole position Pastor Maldonado. Assim que largaram, Bruno manteve boa tração e conseguiu ultrapassar o venezuelano na primeira curva, a temida Sainte Devote. Desde então, o brasileiro imprimiu um ritmo forte à sua corrida, não permitindo erros nem aproximações de outros pilotos. Dessa forma, Senna levou a bandeirada com uma confortável vantagem em relação a Maldonado, segundo colocado.

Com a vitória, muitos lembraram-se dos tempos de Ayrton. As manobras incríveis, as ultrapassagens em uma pista anti-ultrapassagens, a irreverência no pódio. Ayrton Senna dominava as corridas e as atenções quando pilotava em Mônaco e mantém o recorde de vitórias no Principado: 6, com 5 vitórias consecutivas de 1989 a 1993. Fatos difíceis de serem esquecidos por milhares de fãs mundo afora, que hoje, puderam reviver de forma distante, as vitórias do ídolo inesquecível.

Triunfar na pista mais difícil da temporada não é privilégio para qualquer um. É preciso estar com a técnica em dia e ter um carro muito equilibrado para vencer a sinuosa pista de rua. E foi uma técnica apurada aliada a uma agressividade inteligente o que Bruno Senna mostrou na corrida de hoje em Mônaco. E, obviamente, foi muito elogiado por nomes importantes da F1, entre eles Jackie Stewart e o brasileiro Felipe Massa. Além disso esta vitória, na pista mais difícil da temporada, pode abrir muitas portas para Bruno na F1, que vê a possibilidade de realizar o sonho de chegar à categoria principal do automobilismo em 2009.

A carreira de Bruno Senna não foi como a dos outros pilotos que tentam a sorte na GP2. Com o acidente fatal de seu tio em 1994, Bruno, então com 11 anos e iniciando-se no kart, viu-se obrigado a desistir do sonho de ser um piloto. Aos 19 resolveu voltar a correr, entretanto, não conseguia mais adaptar-se aos karts devido sua estatura. Mesmo sem a importante formação de base das técnicas de corrida que são aprendidas no kart, o sobrinho de Ayrton resolveu partir para a Europa, onde fez 2 temporadas na F-3. Em pleno crescimento técnico, foi para a GP2 Européia ano passado, terminando em 8º a sua primeira temporada. Para não desistir do automobilismo Bruno teve que manter a sua evolução corrida a corrida, tendo que aprender do modo mais duro: na prática.

O entusiasmo tomou conta da imprensa internacional, que já começou a eleger Bruno Senna como herdeiro nas pistas do talento do tio. Em breve devem surgir rumores sobre qual cockpit ocupará na F1. Entretanto, esta pressão pode ser nociva para o piloto brasileiro, que ainda tem uma dura temporada pela frente na GP2. Bruno Senna chegará à F1? Vencerá corridas? Será campeão Mundial da principal categoria do automobilismo? Ainda não temos como responder de forma efetiva essas perguntas. E o melhor que podemos fazer, até mesmo pelo Bruno Senna, é não colocar pressão extra sobre ele. O fardo de carregar nossas expectativas frustradas pode ser pesado demais para ele. Por enquanto, vamos aproveitar sua vitória conquistada de forma brilhante e com muito sacrifício. E lembrar que seu principal trunfo já foi conquistado: vencer o medo e a dor de sua família e acelerar um carro de corrida nos principais circuitos do mundo. Parabéns, Bruno!

6 comentários:

Ron Groo disse...

Vencer em Mônaco é o diferencial na carreira de um piloto. Bruno pode até não dar em nada daqui para a frente, mas levará para toda sua vida a marca de ter vencido uma corrida nas ruas de Mônaco.
Escrevi algo sobre isto no meu blog.

OCTETO RACING TEAM disse...

Dia emocionante para a Família Senna!!!

É muito legal poder ver novamente a vitótria de um Senna!

Mas como disseram, é preciso ir com calma... mta calma!!!

Bjinhos do Octeto

Tati

Marcelonso disse...

porbqSalve Meninas!!!


É muito legal ,exatamente quinze anos após um Senna vencer de forma categórica.
Torço por um belo campeonato dele para entrar na F1 pela porta da frente

grande abraço

Blog F1 Grand Prix disse...

Que grande vitória do Bruno! Provou que pode, sim, se tornar um grande piloto no futuro. Agora é torcer para que ele mantenha esse ritmo até o fim do ano...

Grande abraço!

Gustavo Coelho

Rodrigo Morano disse...

Bruno vem provando que tem qualidades de um piloto vencedor.
Emocionante Bruno no pódio quando começou a tocar o hino nacional. Impossível não relembrar.

GiglioF1 disse...

Fernanda e Gisele!!!

Grande vitória sim , e com o quinto de hoje ele assume a lideranca do campeonato!!!...

Acho que teremos boas noticias em breve!
Abraco do Giglio!